Notícia

07/10/2019 Audiência Pública debate reabertura do Kartódromo de Natal

Uma audiência pública proposta pela Frente Parlamentar em Defesa da Gestão Pública da Câmara Municipal de Natal debateu nesta segunda-feira (7), a permanência do kartódromo de Natal na área da Arena das Dunas. O antigo kartódromo, aberto desde 1989, foi desativado em 2013 para a construção do estádio para a Copa do Mundo de 2014.

“Estamos prestes a perder o kartódromo porque uma empresa privada fechou o espaço. Por isso, estamos debatendo a importância da permanência do kart em Natal. Convidamos os representantes da empresa, mas não vieram e nem enviaram explicações”, disse o vereador Dinarte Torres (PMB), que coordena a Frente Parlamentar. Na audiência, o vereador Dinarte Torres recebeu uma homenagem, sendo reconhecido como “Patrono do Kart” pelos pilotos, ao mesmo tempo em que ele os homenageou pelos serviços prestados à cidade do Natal.

O presidente da Federação Potiguar de Automobilismo, Michel Aguiar, explicou que o antigo kartódromo era cedido à federação para administrá-lo, sem fins lucrativos. “Mas com a construção da Arena, foi prometido que o novo espaço ficaria disponível e isso não aconteceu. Temos pilotos para representar o estado, mas não temos pista para treiná-los”, revela. 

Em 2018, o empresário e piloto Marcelo Filho passou a alugar o espaço para kart indoor. Os pilotos então viram a oportunidade de voltar a treinar na pista, mas foram impedidos. “Reabrimos, mas temos que pagar muito caro e não conseguimos o suficiente para o aluguel. A empresa lacrou o espaço e estamos numa briga judicial”, conta o empresário. O custo cobrado para uma corrida, segundo foi revelado na audiência, é de R$ 8 mil.

Sem um espaço no estado, os pilotos potiguares precisam ir para outros estados. Edson Lima é um destes, que participa de um grupo com cerca de 70 pilotos. “A gente combina e marca a viagem para treinar na Paraíba, sendo que aqui a gente já tinha nosso espaço. Hoje, fica difícil até descobrir novos talentos porque não tem onde treinar”, relata.

O deputado Kleber Rodrigues participou da audiência e prometeu levar o debate também para a Assembleia Legislativa do estado.

A Secretária de Esporte e Lazer de Natal, Danielle Mafra, defendeu que Estado e Município precisam pensar num espaço oficial para a atividade que também tem sua função social. “Talvez seja hora de pensar no exemplo de outros estados. Essa discussão se refere a uma iniciativa público-privada, então, uma saída seria solicitar uma liberação daquele espaço enquanto não se resolve o que foi prometido, mas que se pense num espaço oficial, para que se possa difundir a modalidade”, sugere a secretária.

Texto: Cláudio Oliveira
Fotos: Marcelo Barroso

Frente Parlamentar: Permanência do Kartódromo de Natal - 07-10-2019