Nossos Vereadores

Dagô de AndradeDEM

Nome: Dagô do Forró
Telefones: (84) 2010-8242 / (84) 3232-9369
Celular: (84) 98802-0438 / (84) 99107-5033
E-mail: assessoria.dago25123@hotmail.com / dago.25123@yahoo.com.br
Redes Sociais: Dagô do Forró – Mandato (Página do Facebook) / Instagram: @dago_do_forro

Flaviano Dagoberto Ferreira de Andrade (Dagô do Forró) nasceu em 22 de dezembro de 1949 em João Câmara - RN. Filho de Francisco Ferreira de Lima Filho e Maria Palmira Andrade de Lima. Aos 19 anos, veio para Natal a fim de trabalhar para ajudar a sua família. Aos 45 anos, encantou-se pela beleza do forró e, cumulado com o seu desejo altruísta em ajudar o próximo, resolveu criar o Forró do Dagô, onde poderia reunir os desafortunados para conceder-lhes uma mão amiga e disseminar a alegria. Desta forma, Flaviano Dagoberto conjecturou sua candidatura, por influência de seu jeito de se comunicar com o povo. Ele ama trabalhar com idosos e crianças. O seu sonho é fazer os idosos se divertir e as crianças sorrir, brincar e ser feliz. Tudo que ele tinha vontade de fazer e não podia.
Iniciou sua carreira política em 2002, candidatando-se várias vezes a vereador e a deputado estadual, entretanto não houve êxito, sempre ficando na suplência. Até o ano de 2012, quando se elegeu a vereador pelo DEM com 5.380 votos, fazendo um mandato de 2013-2016, com vários projetos que se tornaram lei e muito ativo nas ruas de Natal, sempre ajudando o povo. Em 2016 voltou a disputar as eleições pela mesma sigla ficando na suplência da coligação Natal Melhor de Novo I (PDT / PMDB / PR / PROS / DEM / PSC). Em 2018 assumiu o mandato com a licença do vereador Kleber Fernandes (PDT). Com o retorno do Pedetista, Dagô deixou a Câmara, mas reassumiu definitivamente o mandato em fevereiro de 2019 na vaga deixada pelo vereador Ubaldo Fernandes que foi eleito deputado estadual. Dagô continua ajudando Natal no dia a dia nas ruas, observando as necessidades das comunidades e sempre se dispondo a ajudar a quem lhe recorre. Dagô é o vereador do povão, dos pobres e oprimidos.

PRODUÇÃO LEGISLATIVA