Noticias

08/08/2018 Comissão avalia desempenho do turismo em Natal durante primeiro semestre

O turismo é uma atividade que impulsiona o crescimento e o desenvolvimento. Este foi o consenso que norteou, nesta terça-feira (07), a reunião da Comissão de Turismo da Câmara Municipal de Natal. Na oportunidade, os parlamentares membros do colegiado avaliaram junto com representantes da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH-RN) e da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel RN) o desempenho do setor turístico durante o primeiro semestre e o mês de julho, considerado um mês de alta temporada.

Duas impressões distintas foram estabelecidas na reunião. A ABIH-RN afirmou que aconteceu um incremento na ocupação da rede hoteleira no período avaliado. Por sua vez, a Abrasel RN apontou uma situação difícil para esse segmento da economia.

"Constatamos no primeiro semestre aumento de 11% na taxa de ocupação na capital potiguar. Aumento considerado positivo, fruto de um trabalho de promoção de destino realizado constantemente. Pois quando a gente vende o hotel, não vendemos apenas a hospedagem; vendemos o destino em sua plenitude com bares, lojas, passeios etc. Se não vendermos o hotel, pelo menos promovemos o destino. Ou seja, todo mundo sai ganhando", explicou a gerente-executiva da ABIH, Gabriela Duarte, que completou: "Os dados são positivos e nos deixam otimistas. Agora é trabalhar pra conseguirmos uma ocupação razoável na baixa temporada de agosto e setembro".

Artur Fontes, presidente da Abrasel, indicou uma queda de aproximadamente 10% para bares e restaurantes. "Em valores reais é ainda pior, haja vista que registramos aumento de preços e retração, sendo que com a greve dos caminhoneiros tivemos que apressar a elevação dos cardápios. Por fim, continuamos batendo na mesma tecla: a informalidade continua atrapalhando. É difícil ser competitivo tendo que concorrer com quem não precisa arcar com impostos e uma série de outras questões. Lutamos para que as empresas formais e os empregos formais sejam preservados", pontuou. "Sobre o mês de julho, posso dizer que a Copa atrapalhou o segmento, devido aos jogos acontecerem no horário de almoço, os estabelecimentos a fechavam, as pessoas não iam trabalhar e as famílias acabavam ficando em casa", concluiu.

Para o presidente da Comissão, vereador Paulinho Freire, o que importa é a necessidade de aquecer o turismo na cidade, sobretudo na baixa estação. "Porque na alta estação as belezas naturais garantem público para Natal. Precisamos, então, incentivar o turismo de eventos, encontrar formas de trazer congressos, promover encontros comerciais, atividades culturais, entre outras atrações. O poder público precisa fazer sua parte, principalmente na área da segurança. O turismo é a principal indústria que temos, gera emprego e renda pra muitas famílias, tem que ser cuidado com atenção", disse.

Em seguida o vereador Felipe Alves sugeriu para a próxima reunião a presença do secretário estadual de Turismo, Manuel Gaspar, para informar sobre o andamento das obras do Centro de Convenções. "Trata-se de uma iniciativa essencial para o setor turístico, tendo em vista que com a expansão deste equipamento poderemos atrair toda sorte de eventos para o município".


Texto: Junior Martins
Fotos: Elpídio Júnior

Voltar

event_note Informativo