Notícia

29/11/2019 Comissão da Câmara visita Casa de Idosos Jesus Misericordioso

A Comissão de Direitos Humanos, Proteção das Mulheres, Idosos, Trabalho e Minorias, da Câmara Municipal de Natal, foi conferir nesta sexta-feira (29) o funcionamento da Casa de Idosos Jesus Misericordioso, no bairro Lagoa Azul, zona Norte de Natal. O abrigo foi interditado há mais de um ano pela Coordenadoria de Vigilância em Saúde (Covisa), devido às condições precárias em que se encontrava naquele momento. Com a nova diretoria, houve adequações, mas como permanece interditado, a administração passa por dificuldades financeiras para mantê-lo em funcionamento.

A presidente da Comissão, vereadora Divaneide Basílio (PT), disse que, com a visita, foi possível constatar a necessidade de desinterditar o estabelecimento. "Percebemos que não conseguem receber recursos por isso, dificultando o funcionamento. Vemos que há uma organização para atender os idosos e poderia estar melhor e atender mais pessoas se fosse liberado o alvará", avalia a parlamentar. Há uma dívida em torno de R$ 300 mil, que inclui atraso na folha dos funcionários e documentação atrasada da kombi, utilizada para o transporte dos idosos.

O diretor da entidade, Francisco de Assis Araújo, explicou que assinou há um ano um termo de adequação e que executou as melhorias. Em setembro passado, a Covisa realizou nova inspeção, mas ainda não desinterditou a casa. "Recebemos doações da comunidade e fazemos campanhas beneficentes, mas isso não resolve as dificuldades financeiras. Mantemos funcionando, fazendo jogo de cintura, escolhendo qual conta pagar no mês, comprando fiado, mas precisamos que a casa seja desinterditada para podermos firmar convênios, já que recuperaríamos o alvará de funcionamento", explicou o diretor.

Mesmo interditado, o abrigo funciona porque foi firmado termo de adequações, sendo que não pode receber novos internos. Dona Josefa Alves, de 80 anos, decidiu ir morar na casa há dois anos, depois que sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC). "Ajudei a construir essa casa e agora ficou bem melhor. Gosto de ficar aqui porque recebo os cuidados, medicação, alimentação, tudo certinho", contou. Assim como ela, outros 29 idosos são atendidos no abrigo e ainda há leitos sobrando.

A pprocura por uma vaga chega a 100 solicitações por mês, mas não é possível receber novos internos, enquanto o abrigo estiver interditado. A vereadora Divaneide disse que a Comissão da Câmara vai tentar reunir o Ministério Público, Covisa, Conselho do Idoso e outros órgãos ligados ao assunto afim de encontrar solução que traga melhorias para a Casa de Idosos Jesus Misericordioso.

Texto: Cláudio Oliveira
Fotos: Assessoria de Imprensa da vereadora Divaneide Basílio